Edivisa envolvida no aproveitamento hidroelétrico do Tâmega

Edivisa envolvida no aproveitamento hidroelétrico do Tâmega

A Edivisa, empresa de construção do Grupo Visabeira, está envolvida em consórcio com a Mota Engil e a espanhola Acciona num ambicioso projeto da Iberdrola para aproveitamento hidroelétrico do Tâmega, correspondendo a um investimento de 200 milhões de euros. Numa primeira fase, na Barragem de Gouvães, cabe à Edivisa a construção do designado túnel de adução, ou seja, uma galeria circular com diâmetro superior a 7 metros, revestida a betão e com um comprimento aproximado de 4600 metros. A empresa será ainda responsável, entre outras obras, pela edificação da estrutura de captação de água naquela barragem localizada no rio Torto. Os trabalhos de escavação e movimentação de terras já tiveram início, estando prevista a conclusão da obra dentro de 40 meses. A Edivisa tem no terreno uma equipa de técnicos especializados e diversa maquinaria pesada. Este projeto de aproveitamento hidroelétrico integra um investimento que contempla ainda a construção de raiz da barragem do Alto Tâmega, onde a Edivisa terá papel muito ativo. Os trabalhos estarão concluídos dentro de 5 anos.

 

Edivisa envolvida no aproveitamento hidroelétrico do Tâmega

Sede

Rua do Palácio do Gelo, nº1
Palácio do Gelo Shopping, piso 3
3500-606 Viseu, Portugal

T. +351 232 483 000

F. +351 232 483 100

GPS. 40.643952,-7.911135

Oficina Lisboa

Av. Almirante Gago Coutinho, 78

1700-031 Lisboa - Portugal

T. +351 218 429 970

F. +351 218 496 731

GPS. 38.7529769,-9.1311277